26/02/2010

O QUE O DINHEIRO NÃO PODE COMPRAR!!??

Numa era em que teóricamente o dinheiro compra tudo, ele acaba perdendo o seu valor dentro de grandes instituições de ensino, que primeiramente para atrair novos alunos, propõem boas condições de pagamentos, descontos e até fazem você se sentir como se fosse importante para eles.


No início você é bem tratado, fica deslumbrado com longos discursos de tudo o que o curso proporciona e do quanto mais bem informado você vai sair de lá, de quanto vão te tratar bem, do quanto você terá suas sugestões e reclamações atendidas, e o principal, do quanto suas instalações e sistemas são de ponta e estão prontas para atender à todas as necessidades do aluno.


Doce sonho, a instituição perfeita não existe e está longe de existir, o que infelizmente acabamos descobrindo de formas não tão agradáveis, no decorrer dos cursos, em que você já não passa de mais um aluno para eles, em que as aulas que deveriam ser ministradas com qualidade são tão rasas, os professores tão mal preparados e geralmente contratados apenas por apresentar uma boa titulação, ou o que é pior, possuir um nome em destaque no Direito, ou quando você vai na Secretaria do curso exigir seus direitos e te tratam com grosseria, te fazem chorar, ou nunca dão retorno as suas solicitações, ou quando você descobre que tais instituições não possuem estrutura viável para estarem funcionando e muito menos alvará.


Muito pior é quando os cursos que contratamos são por Ead (ensido à distância), que em princípio deveriam facilitar muito mais as nossas vidas de alunos, nos poupando do deslocamento e nos proporcionando estudar nos horários que melhor nos convir, mas que ao contrário, só nos trazem mais insatisfações e aborrecimentos das incansáveis horas que passamos no telefone, sendo transferidos de setor em setor para tentar resolver um problema da aula que não está rodando, ou das aulas que não foram inseridas no sistema de Ead quando faltam apenas 17 dias para o concurso que você está se preparando, ou dos inúmeros e-mails enviados e não respondidos, ou das promessas incontáveis todos os dias de que os materiais disponibilizados pelos professores vão ser colocados no ar ou de que as aulas que não estão funcionando vão ser arrumadas.


No momento, a única coisa que eu gostaria, é que o meu dinheiro pudesse comprar mais organização, comprometimento e dedicação dessas instituições para com os alunos.


E por fim acabo me convencendo de que o melhor é estudar em casa e sozinha mesmo, lendo a Lei e a doutrina e jurisprudência para me preparar para os concursos, porque a cada curso que faço em instituições diferentes e que pago uma fortuna, os mesmos problemas e insatisfações me perseguem!!


Serve de alerta para os concurseiros em Direito!!


Abraços,


Mi

Um comentário:

rafael petry trapp disse...

pois é, a Universidade brasileira é, de uma maneira geral, uma lástima...

as nossas escolas formam analfabetos funcionais, estão entre as piores do mundo...

que as urnas façam algo por si mesmas,
porque se depender dos eleitores estamos ferrados.

(desabafo) hehe

bjos! Rafa