01/03/2010

O diferente e o diferenciado!! Quem buscamos ser?

Olá pessoal,
segue abaixo um texto de concurso que me foi passado numa das aulas de português que tive com o Prof. Paulo Ricardo Machado enquanto estudávamos o tema "análise de textos". Apesar de eu não saber de quem é a autoria, achei um texto muito espirituoso e ótimo para refletirmos acerca da diversidade de raças, culturas, ideais, comportamentos, esteriótipos, etc, de hoje em dia:

"Está na última moda dizer que algo ou alguém que se destaque da multidão por suas qualidades extraordinárias é diferenciado. De repente todo mundo quer ser diferenciado, embora, curiosamente, ninguém queira ser diferente. Diferenciar diferente e diferenciado tornou-se uma habilidade social básica, que a maioria de nós exerce de forma intuitiva, sem pensar. Se formos refletir, porém, vamos descobrir que a diferença entre diferente e diferenciado pressupõe valores que boa parte de nós teria vergonha de assumir.

Ninguém tem dúvida quando se anuncia que o atendimento prometido pelo gerente daquele banco é diferenciado: quer dizer que não se confunde com o tratamento-padrão dispensado a massa dos clientes otários. Inclui cafezinho, água gelada e, quem sabe, dicas de investimento vazadas diretamente da mesa de operações do Banco Central. O privilégio parece natural porque também nós somos, a nossos próprios olhos, diferenciados. Aliás, diferenciadíssimos.
Já diferente, bem, é uma história inteiramente diferente. Desde que os primeiros hominídeos se juntaram numa tribo e decretaram que míopes e carecas não entravam, a diferença é tudo aquilo que grupos sociais hegemônicos vêm usando para excluir ou subjugar minorias - e ao mesmo tempo reforçar sua identidade. Localizado no corpo ou na alma, real ou imaginário, o anátema da diferença justifica lógicas de dominação e até de extermínio. Ser diferente é ter negado o direito a humanidade ou pelo menos a humanidade plena.

A trama se adensa quando nos damos conta de um paradoxo: ao mesmo tempo que queremos ser iguais, esmagando o diferente sem dó sob a sola aerada de nossos Nikes Shox, valorizamos a individualidade, o único, o que nos eleve acima da massa ignara e mal paga. Contradição insolúvel? É aí que entra o diferenciado. O diferenciado é o melhor dos iguais, o diferente que deu certo - o diferente que, sendo um de nós, ganha mais dinheiro do que nós. Ninguém seria louco de dizer que a bicha do quinto andar é um cara diferenciado. Mas, se se mudar para Paris, virar estilista da Chanel e arrasar com uma coleção prêt-à-porter, na próxima vez que vier ao Brasil vai ter convite para as melhores festas, desfilará entre queixos caídos: "Que talento diferenciado!", dirão.
Faz a maior diferença."

Um comentário:

rafael petry trapp disse...

ótimo texto!

viva a diferença!

Bjos Rafa